BitMEX nomeia ex-GAFI como chefe de conformidade

BitMEX nomeia ex-GAFI como chefe de conformidade

O Grupo 100x, proprietário e operador da exchange BitMEX, anunciou na segunda-feira (12) a nomeação de Malcolm Wright como seu gerente de conformidade.

A nomeação faz parte da reestruturação das lideranças da BitMEX. Isso porque a exchange enfrenta acusações da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados Unidos (CFTC).

Essa reestruturação foi intensificada depois que o CEO Arthur Hayes e os fundadores da exchange foram demitidos na semana passada.

Novo fôlego

Malcolm Wright atuou como CCO na empresa britânica de serviços financeiros Revolut em 2018. E, nos últimos dois anos, atuou na Diginex, uma bolsa de valores com sede em Hong Kong.

Em particular, o anúncio destaca a experiência de Wright em recomendações para Provedores de Serviços de Ativos Digitais (VASPs) da Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF).

Estas recomendações constituem um guia com abordagem baseada no risco dirigido aos operadores de criptoativos.

O novo gerente de conformidade da BitMEX colaborou com o desenvolvimento da plataforma junto aos reguladores. O objetivo da iniciativa “oferecer suporte seguro aos mercados digitais”.

Malcolm, de acordo com o anúncio, se concentrará no desenvolvimento do Programa de Verificação de Usuário BitMEX.

BitMEX em fase difícil

A BitMEX foi acusada de operar ilegalmente nos Estados Unidos no dia 1º de outubro. Além disso, é acusada de violar a lei de sigilo bancário e as diretrizes do Conheça seu Cliente (KYC) e de combate à lavagem de dinheiro.

As acusações decorrem da queixa apresentada pela CFTC perante o Tribunal Distrital do Sul de Nova York.

Os executivos indiciados pela CFTC foram o CEO da BitMEX, Arthur Hayes, o chefe de desenvolvimento de negócios Greg Dwyer e os cofundadores Ben Delo e Samuel Reed.

Este último foi preso em 1º de outubro e posteriormente libertado sob fiança de US$ 5 milhões.

Mais tarde, na última quinta-feira, a diretoria da BitMEX foi removida como consequência do processo legal. Depois disso, o Grupo 100x nomeou a COO, Vivien Khoo, como CEO responsável.

Leia também: Ethereum está prestes a disparar, aponta famoso trader da Binance

Leia também: Empresário critica Suriel Ports, famoso day trader do YouTube

Leia também: STJ nega recurso e Foxbit continua com conta fechada no Bradesco

Last News Crypto: Cripto Facil